Blog EB Treinamentos

COMO DEIXAR SUA TABELA DE RUBRICAS 100% CORRETA

O mês de junho foi marcado pelo início do envio da folha de pagamento para o eSocial das empresas que fazem parte do grupo 3 do faseamento.

E neste primeiro envio muitas empresas tiveram problemas na Tabela de Rubricas que impactaram o fechamento da folha e dos totalizadores de INSS, FGTS e IRRF no eSocial. 

A Tabela de Rubricas é a tabela mais complexa do eSocial, pois impacta diretamente na folha de pagamento, e a parametrização errada de uma rubrica poderá ter sérias consequências para a empresa.

Nesta tabela constam os detalhamentos das informações das rubricas constantes na folha de pagamento (proventos, descontos, bases de cálculo e verbas informativas) e são informados a tributação do INSS, IRRF, FGTS e Contribuição Sindical.

A parametrização da Tabela de Rubricas necessita de muita atenção e de profissionais qualificados, que conheçam a legislação trabalhista e previdenciária, para não cometerem erros que prejudiquem a empresa.

Esta é uma situação muito séria, pois uma rubrica que tenha suas incidências parametrizadas de maneira incorreta pode ter como consequência o fechamento de uma empresa.

Imagine a seguinte situação: uma empresa tem uma rúbrica que deve incidir INSS e durante quatro anos esta rubrica foi aplicada mensalmente na folha de pagamento dos empregados sem o recolhimento devido de INSS. Um dia esta empresa recebe uma notificação da Receita Federal referente a este recolhimento que não estava sendo feito. Além de ser autuada a empresa deverá fazer os recolhimentos devidos retroativamente. 

O contrário também poderá acontecer, ou seja, a empresa pagou mais encargos sobre a folha de pagamento do que era devido.

Como por exemplo, uma rubrica de salário maternidade, sem o código para dedução da base de cálculo das contribuições previdenciárias, tendo gerado pagamento de INSS indevido ou a maior.

Mesmo que sua empresa trabalhe com um sistema de folha de pagamento onde a tabela de rubricas já venha devidamente configurada, é muito importante acompanhar as alterações na legislação que afetam diretamente as incidências de Contribuição Previdenciária, FGTS, IRRF e PIS sobre a folha, para evitar surpresas desagradáveis futuramente.

CONFIRA OS TOTALIZADORES!

Após o envio do fechamento da folha de pagamento para o eSocial, é necessário fazer as conferências dos valores de INSS, FGTS e IRRF nos totalizadores.

Esta conferência poderá ser feita diretamente no portal do eSocial ou por meio dos relatórios que os sistemas de folha de pagamento estão emitindo, com o detalhamento destes totalizadores.

Assim, será possível verificar se há divergências entre os valores informados ao eSocial e os que constam no sistema de folha de pagamento.

Se, por exemplo, houver divergência no valor do INSS, é necessário verificar qual o motivo e buscar a solução para a devida correção.

ALTERAÇÕES NA NOVA VERSÃO DO ESOCIAL 

A partir de 17/05/2021, as tabelas do eSocial vigentes (relacionadas no Anexo I do Leiaute) são as da versão S-1.0. 

Nesta versão alguns códigos de incidência de Imposto de Renda perderam validade e foram retirados e outros foram criados. Assim, é necessário ficar atento se o sistema de folha de pagamento está atualizado.   

Quando uma natureza de rubrica tem vigência encerrada na Tabela 03 do leiaute significa que, a partir daquele período de apuração, aquela natureza de rubrica não deve mais ser utilizada pelos usuários.

Confira na tabela abaixo os códigos com fim de vigência:

CÓDIGODESCRIÇÃONOVO CÓDIGO
00Rendimento não tributável7xx
01Rendimento não tributável em função de acordos internacionais de bitributação1x
15Rendimentos Recebidos Acumuladamente – RRA1x
35Rendimentos Recebidos Acumuladamente – RRA3x
44PSO – RRA4x
55Pensão Alimentícia – RRA5x
78Valores pagos a titular ou sócio de microempresa ouempresa de pequeno porte, exceto pró-labore ealuguéis(não informado no eSocial)
81Depósito judicial98xx
82Compensação judicial do ano-calendário9082
83Compensação judicial de anos anteriores9083
91Remuneração mensal9011
9213º salário9012
93Férias9013
94PLR9014
95RRA90xx

O empregador deverá atualizar as rubricas que estejam relacionadas nesta tabela com o envio do S-1010 utilizando os novos códigos (codIncIRRF) em vigor conforme a tabela 21.

Outra mudança que ocorreu na versão S-1.0 do eSocial foi que algumas rubricas perderam a validade e outras foram criadas. 

Confira abaixo as tabelas destas rubricas.

 RUBRICAS COM DATA DE TÉRMINO:

  NOVAS RUBRICAS:

No fechamento da folha referente a  05/2021 muitas empresas tiveram o seguinte erro: ao enviar uma nova rubrica (evento S-1010), com natureza 1801 – Alimentação, o eSocial retornou com o erro 0244 “Natureza da rubrica inválida. Ação Sugerida: O valor informado no campo deverá existir na Tabela 3 (Natureza das Rubricas da Folha de Pagamento).”

Na tabela de rubricas que perderam a validade, apresentada anteriormente, a natureza 1801 – Alimentação possui data de término em 30/04/2021. Assim, a partir desse período essa natureza não pode mais ser utilizada.

Para corrigir o erro, é necessário que você utilize uma natureza vigente. No caso do auxílio-alimentação, esta foi subdividida nas seguintes naturezas informativas:

  • 1800 – Alimentação concedida em pecúnia;
  • 1806 – Alimentação em ticket ou cartão, vinculada ao PAT;
  • 1807 – Alimentação em ticket ou cartão, não vinculada ao PAT;
  • 1808 – Cesta básica ou refeição, vinculada ao PAT;
  • 1809 – Cesta básica ou refeição, não vinculada ao PAT.

Utilize a natureza que melhor se encaixe na realidade de sua empresa e reenvie o evento referente a esta rubrica que ocorreu o erro.

O segundo envio de eventos da folha de pagamento para o grupo 3 já está chegando, se ainda há problemas na sua tabela de rubricas não perca mais tempo!

Chegou o momento de deixar sua tabela de rubricas 100% correta. 

Você já deve utilizar um sistema de folha de pagamento, então neste sistema você deve  gerar um arquivo com extensão cvs.

Depois acesse gratuitamente o link https://ebtreinamentos.com/tabela-de-rubricas/ , faça um cadastro bem simples e rápido, e você terá acesso a uma ferramenta que analisará sua tabela de rubricas.

Primeiro assista um vídeo explicativo, para não ter nenhuma dúvida de como funciona o processo.

Depois basta importar o arquivo gerado no seu sistema de folha de pagamento, após uma análise você receberá um relatório informando quantas rubricas estão corretas e incorretas.

Com esse procedimento, além de ter a segurança de que a legislação está sendo cumprida, sua rotina ganhará agilidade e você poderá se dedicar a tarefas mais estratégicas.

Até o próximo post.

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on linkedin

Blog EB Treinamentos

Quer ficar por dentro de todas as novidades da EB Treinamentos ?

aahh que pena

Preencha seus dados e nós vamos te avisar quando a próxima turma abrir