Blog EB Treinamentos

DARF em atraso? Conheça 3 maneiras simples de prestar contas ao Fisco online

A sua empresa possui DARF em atraso? Muitas organizações ainda têm dúvidas para declarar seus rendimentos, pagamento de impostos, contribuições e taxas no âmbito federal.

Com tantas obrigações tributárias e fiscais, algumas inconsistências podem aparecer. Com o intuito de ajudar os empresários na prestação de contas ao Fisco e evitar possíveis penalidades, a Receita Federal lançou a operação “Fonte Não Pagadora”. 

A primeira etapa é voltada às empresas que descontaram o Imposto de Renda (IR) dos seus trabalhadores ou prestadores de serviços, mas não recolheram o DARF – Documento de Arrecadação de Receitas Federais.

Mas temos uma boa notícia. Até o dia 30/11/2019, mais de 25 mil empresas brasileiras podem quitar seus débitos sem as penalidades de uma fiscalização. Quer saber como? Leia este artigo até o final e conheça 3 maneiras simples de fazer isso totalmente online!

1. e-CAC

O Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte é uma plataforma criada pelo Ministério da Fazenda que apresenta atualizações sobre o histórico de tributos pagos pelo contribuinte, restituições e declarações do Imposto de Renda.

Se a sua empresa possuir DARF em atraso, realize o recolhimento ou o recálculo acessando o site do programa. Veja como é simples:

  •       Clique em Certidões e Situação Fiscal;
  •       Consulte as pendências da sua empresa através da aba: “diagnóstico fiscal”;
  •       Selecione a opção: Receita Federal;
  •       Escolha a opção “débitos e pendências”;
  •       Clique em “conta corrente” e depois em “emitir DARF”.

Vale lembrar que, para cada beneficiário, a Receita Federal possui um código de identificação do contribuinte. 

2. Sicalc Web 

Uma segunda maneira simples de emitir um DARF em atraso é através do Sicalc Web, um programa que foi criado para simplificar o cálculo e pagamento de tributos junto à Receita Federal. 

O legal é que ele não requer nenhum tipo de instalação e está disponível totalmente online. É uma ferramenta de consulta democrática porque também ajuda profissionais autônomos, Microempreendedores Individuais (MEIs) e empresas de pequeno ou médio porte.

Assim, basta acessar o site e clicar em “pagamentos”, preencher os dados do DARF e imprimir sua guia. Ah! O Sicalc Web também oferece a opção de calcular acréscimos, como juros e multas por atraso. E o melhor: tudo de forma automática e instantânea!

3. Sicalc AA 

Com o SICALC, é possível imprimir o DARF em atraso, com ou sem código de barras! Apesar de ser uma ferramenta muito fácil de operar, o contribuinte deve fazer o download do programa e preencher atentamente todos os campos, pois o software não faz qualquer tipo de validação.

Qualquer erro no preenchimento do DARF pode acarretar pendências na conta corrente da empresa, podendo, inclusive, bloquear a emissão da Certidão Negativa de Débitos.

Também é importante destacar que o programa deve ser atualizado todos os meses para o acompanhamento da taxa Selic.

Confira o passo a passo:

  •       Clique na aba “funções”;
  •       Depois em “cálculo automático”;
  •       Preencha a data de vencimento desejada;
  •       Insira o código do DARF;
  •       Selecione a Competência e o Valor;
  •       Preencha os dados da sua empresa. 

Minha empresa pode parcelar o darf em atraso?

Essa é uma dúvida muito comum. Sim, é possível parcelar impostos que foram retidos diretamente na fonte. No entanto, apenas como parcelamento simplificado e não ordinário.

O parcelamento simplificado dispensa a apresentação de garantia, ou seja, com a guia do DARF devidamente preenchida, quando o contribuinte efetua o pagamento da primeira parcela, automaticamente já está aderindo à modalidade.

Já o parcelamento ordinário é indicado para débitos inscritos em Dívida Ativa da União (DAU) cujo valor seja superior a R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais). O valor mínimo de cada parcela não pode ser inferior a R$100 (cem reais) se tratando de pessoa física e R$500 (quinhentos reais) se tratando de pessoa jurídica. 

O que acontece se a minha empresa não se autorregularizar? 

Se confirmada a apropriação indébita, poderá ser aplicada multa de ofício de, no mínimo, 75%, além do acréscimo de juros de mora e representação ao Ministério Público Federal.

É importante destacar que as empresas que são obrigadas a declarar a DCTF (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais) devem informar os DARFs no atestado.  

Gostou das nossas dicas? Tenho certeza que elas vão ajudar, e muito, a sua empresa a se autorregularizar para evitar possíveis penalizações junto ao Fisco. E o melhor: sem sair de casa! 

Tem alguma dúvida sobre esse assunto? 

EB Treinamentos e Consultoria atua além de cursos on-line, na prestação de serviços de consultoria trabalhista e previdenciária atuando de maneira preventiva para minimizar riscos e orientando sua equipe a reduzir custos de acordo com a legislação.

Entre em contato conosco e conheça nosso serviço de consultoria!

 

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on linkedin

Blog EB Treinamentos

Quer ficar por dentro de todas as novidades da EB Treinamentos ?

aahh que pena

Preencha seus dados e nós vamos te avisar quando a próxima turma abrir